nosmulheres
Olá!
Bem-vinda
nosmulheres

Porque os mais belos momentos são nossos. Um forum onde se fala de culinária, artesanato, os nossos filhos, os nossos animais, noticias, saúde, toda a nossa conversa...ser mulher
 
InícioInício  PortalPortal  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  

Compartilhe | 
 

 Estado penaliza pensionistas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Ana Isabel
Membro d'Ouro
Membro d'Ouro


Feminino
Peixes Macaco
Inscrição : 10/01/2008
Nº de Mensagens : 2258

MensagemAssunto: Estado penaliza pensionistas   Qui 13 Nov - 11:25

Os reformados da Função Pública com pensões superiores a 611 euros vão descontar sobre 14 meses para a ADSE, depois de o ministro das Finanças ter garantido em Abril que a situação, considerada "injusta" pelo provedor de Justiça, seria corrigida. Os aposentados com rendimento inferior a esses 611 euros brutos estão totalmente isentos.


O secretário de Estado do Orçamento, Emanuel dos Santos, anunciou ontem que todos os aposentados que ganham mais de 611 euros por mês vão continuar a descontar 1% do valor da pensão, durante 14 meses, para a ADSE, decisão que abrange mais de 300 mil pessoas. O Governo estipulou que a taxa a pagar começa nos 1% da reforma e aumenta 0,1 pontos percentuais por cada ano até chegar aos 1,5%.

A decisão apanhou de surpresa os sindicatos da Administração Pública que acusam o Governo de "faltar à palavra". O secretário-geral da Frente Sindical da Administração Pública (FESAP), Nobre dos Santos, recorda que, "quando se faz uma promessa, é para cumprir.

Para José Abraão, do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública (SINTAP), a decisão "não é correcta", porque vai contra as "expectativas dadas em Abril". Ao CM, o Ministério das Finanças garante que o Governo não faltou à palavra. "O ministro disse apenas que a situação seria analisada, discutida e corrigida" e que com esta decisão "foi corrigida a disparidade", dado que a partir de Janeiro tanto pensionistas como novos trabalhadores descontarão sobre 14 meses.

GOVERNO "NÃO NEGOCEIA"

l Os sindicatos acusam o Governo de apenas "comunicar e não negociar", depois da inflexibilidade do Executivo na aceitação de contrapropostas das estruturas sindicais.

O presidente do Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE), Bettencourt Picanço, acusou ontem o Governo de ter uma posição "ditatorial", por "ter entrado nas negociações com um aumento salarial proposto de 2,9% e não ter mudado em nada a proposta". As declarações surgem depois de o STE ter apresentado uma contraproposta para um aumento salarial de 3,5%, o que significava um recuo dos 4% inicialmente defendidos.

Dada a postura do Governo, os sindicatos ponderam agora uma manifestação nacional para os funcionários públicos mostrarem o seu descontentamento.

SAIBA MAIS

NOVOS TRABALHADORES

Os novos funcionários públicos que comecem a trabalhar a partir de Janeiro vão passar a descontar para a ADSE sobre 14 meses, enquanto os actuais trabalhadores continuam a descontar sobre 12 meses.

1000 euros é o valor médio das pensões na Função Pública. A taxa de 1% da ADSE obriga a descontar dez euros por mês, durante 14 meses.

2008

Os pensionistas começaram a descontar para a ADSE em 2008 1% do salário-base.

PERSEGUIÇÃO

Para Bettencourt Picanço, do STE, o Governo está a fazer uma "perseguição aos trabalhadores do Estado", exigindo 14 meses de descontos.

in correiodamanha.pt
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://miss-gourmet.blogspot.com
 
Estado penaliza pensionistas
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
nosmulheres :: Temas em geral :: Banca dos jornais-
Ir para: