nosmulheres
Olá!
Bem-vinda
nosmulheres

Porque os mais belos momentos são nossos. Um forum onde se fala de culinária, artesanato, os nossos filhos, os nossos animais, noticias, saúde, toda a nossa conversa...ser mulher
 
InícioInício  PortalPortal  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  

Compartilhe | 
 

 Forte adesão à greve dos trabalhadores da limpeza urbana no

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
moranguita
Membro Diamante
Membro Diamante


Feminino
Aquário Búfalo
Inscrição : 30/06/2008
Nº de Mensagens : 18904
País :
Humor : bom por norma
Rainha do mês :

MensagemAssunto: Forte adesão à greve dos trabalhadores da limpeza urbana no   Ter 9 Dez - 10:06

A adesão à greve dos funcionários da recolha de lixo e da limpeza das ruas em Lisboa, no turno da noite, foi superior aos 90 por cento. O número foi avançado pelo Sindicato dos Trabalhadores dos Munícipios de Lisboa. Joaquim Jorge afirma que de 108 carros só dois entraram ao serviço.


No turno da noite os trabalhadores da limpeza urbana de Lisboa estiveram praticamente todos parados.

«Nas garagens temos uma adesão à greve de 96 por cento. Nas zonas de limpeza, onde trabalham os cantoneiros, ronda os 90 por cento. Seguramente que os números nocturnos se vão manter durante o dia», explicou o dirigente sindical.

O protesto destes trabalhadores municipais visa contestar a alegada intenção de privatizar os serviços de recolha de lixo e limpeza das ruas em algumas zonas, e ainda reclamar a contratação de 200 cantoneiros e a aquisição ou reparação de meios materiais e equipamentos.

«O serviço público de limpeza deve manter-se na CML», já explicou António Costa, mas os trabalhadores da limpeza urbana de Lisboa não estão convencidos.

O presidente da câmara de Lisboa garantia, na segunda-feira, que só existem estudos sobre uma possível privatização do sector da recolha do lixo, mas o sindicalista Joaquim Jorge assegura que o processo está já mais adiantado.

«António Costa não tem só o estudo, já há um caderno de encargos elaborado, nomeadamente para a Baixa-Chiada, com o montante envolvido que ronda os três milhões de euros para três anos», disse.

O objectivo dos trabalhadores, acrescentou Joaquim Jorge, é que o presidente da Câmara de Lisboa abandone «a intenção de privatizar uma zona, uma rua que seja da cidade».

A greve prolonga-se até á próxima quinta-feira.

Fonte:TSF
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://docesdamoranguita.blogspot.com
 
Forte adesão à greve dos trabalhadores da limpeza urbana no
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
nosmulheres :: Temas em geral :: Banca dos jornais-
Ir para: