nosmulheres
Olá!
Bem-vinda
nosmulheres

Porque os mais belos momentos são nossos. Um forum onde se fala de culinária, artesanato, os nossos filhos, os nossos animais, noticias, saúde, toda a nossa conversa...ser mulher
 
InícioInício  PortalPortal  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Se já estava mau...agora então...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
issis
Membro Diamante
Membro Diamante
avatar

Feminino
Peixes Macaco
Inscrição : 10/01/2008
Nº de Mensagens : 9416
País :

MensagemAssunto: Se já estava mau...agora então...   Qua 29 Set - 21:56

O Governo aprovou em Conselho de Ministros Extraordinário as linhas gerais do Orçamento do Estado para 2011, onde se inclui um corte que irá variar entre os 3,5% e os 10% nos salários da função pública, uma medida destinada a ajudar a reduzir o défice orçamental e que ainda terá de passar pela aprovação da Assembleia da República.

É a primeira vez desde os anos 80, quando o Fundo Monetário Internacional (FMI) interveio em Portugal e foi cortado o 14º mês, que uma medida destas é adoptada no país.

Os trabalhadores do Estado não só não receberão qualquer aumento em 2011, como vão perder parte do seu salário. O Governo vai inscrever no OE 2011 um corte de 5% na massa salarial total da função pública, que será aplicado de forma progressiva para quem ganha mais de 1.500 euros.

O ministro das Finanças explicou, em seguida, que esta medida pretende «reduzir a massa salarial» e a percentagem irá variar entre os 3,5% (para quem ganha entre 1.500 e 2 mil euros) e os 10% para os vencimentos mais elevados.

Apesar de constar da proposta de OE para 2011, a medida manter-se-á depois disso, ou seja, os funcionários que virem a sua remuneração cortada não voltarão a auferir o valor actual depois de 2011, a não ser por via de uma nova negociação salarial.

O corte abrange a massa salarial total, o que inclui remunerações base, suplementos variáveis, etc. e afectará todos os subsectores, da Administração Central às empresas e institutos públicos, fundos autónomos.

A medida tinha sido recomendada por vários economistas e é semelhante à que tinha já sido tomada em Espanha, uma analogia que o primeiro-ministro fez questão de frisar. «Em Espanha também foi reduzida a massa salarial para termos um efeito rápido com a despesa com pessoal».

«Esta é a medida mais difícil de tomar»

«Esta é a medida mais difícil de tomar, por ser aquela que mais afecta as pessoas», disse o primeiro-ministro na conferência de imprensa que se seguiu à reunião dos ministros, acrescentando que «é porventura pedir de mais».

Mas, explicou José Sócrates, esta é uma medida «indispensável porque o país está a ser penalizado pelos mercado internacionais e porque somos o único país que ainda não tomou esta posição».

José Sócrates explicou ainda que não é possível reduzir a despesa de forma rápida e efectiva sem reduzir rubrica despesa com pessoal. «Ninguém toma em sã consciência decisões destas de ânimo leve», disse, afirmando que a mesma era necessária para «defender o interesse nacional».

Nesta massa salarial que irá sofrer uma redução inclui-se a «redução da despesa com horas extraordinárias, ajudas de custo, e acumulação de funções, eliminando a acumulação de vencimentos públicos com pensões do sistema público de aposentação e o congelamento de progressões e promoções».

Função pública castigada a dobrar

Mas há mais: as pensões também vão sofrer um congelamento para o ano e serão ainda cortadas as despesas com ADSE.

Entre as medidas que afectam a função pública contam-se ainda uma redução dos contratados (as admissões estão congeladas mas o executivo não pretende «dispensar ninguém) e um aumento de um ponto percentual da contribuição dos trabalhadores públicos para a Caixa Geral de Aposentações (CGA). Ou seja, é mais uma parcela dos salários que os trabalhadores deixam de receber.

Com todas estas medidas, o Governo espera cortar o equivalente a 0,6% do Produto Interno Bruto (PIB) na despesa pública.

Governo anuncia aumento do IVA para 23%

Governo aprova medidas para cortar 3.420 milhões na despesa

Fonte:
http://www.agenciafinanceira.iol.pt/economia/salarios-funcao-publica-oe-governo-orcamento-despesa/1195139-1730.html



_________________
http://isisbolos.blogspot.com/
http://cantinhodaisis.blogspot.com/
http://acozinhadaisis.blogspot.com/
Paizinho, amar-te-ei eternamente!
Nuno, estarás para sempre nos nossos corações, és a nossa estrela!
Voltar ao Topo Ir em baixo
primata
Membro Diamante
Membro Diamante
avatar

Feminino
Câncer Búfalo
Inscrição : 22/04/2008
Nº de Mensagens : 7870
País :
Rainha do mês :
Coz. do mês :

MensagemAssunto: Re: Se já estava mau...agora então...   Qua 29 Set - 21:58

agora é que o cinto vai partir de tanto apertar
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hello Kitty
Admin
avatar

Feminino
Sagitário Búfalo
Inscrição : 14/01/2008
Nº de Mensagens : 14458
País :
Humor : A minha familia é a minha realização pessoal
Rainha do mês :


MensagemAssunto: Re: Se já estava mau...agora então...   Qui 30 Set - 9:05

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://acozinhadakitty.blogspot.com
phi
moderador
moderador
avatar

Feminino
Sagitário Rato
Inscrição : 14/11/2008
Nº de Mensagens : 13325
País :
Humor : variável
Rainha do mês :

MensagemAssunto: Re: Se já estava mau...agora então...   Qui 30 Set - 9:21





Só espero que todo este sacrifício que nos é pedido seja utilizado para ajudar a levantar o País e não servir para encher o “c..” a mais alguns
Depois de uma vidinha “à grande e à francesa” a encher os bolsos de alguns as dividas astronómicas vão ser pagas à custa do zé povinho
todos nós sabemos que qd chega aos grandes os cortes agora anunciados por vezes são só para inglês ver.

_________________

Sem amizade não se pode ser feliz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Se já estava mau...agora então...   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Se já estava mau...agora então...
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
nosmulheres :: Temas em geral :: Banca dos jornais-
Ir para: